E que não seja eterno

É engraçado como percebemos tudo o que aprendemos ao longo das nossas vidas, quando paramos por um instante e olhamos para trás.

 

14717138_1401348176549527_3279179488877585151_n

Até os meus quatro anos de idade eu achava que tudo era eterno: a minha família, os meus amigos, a minha professora da escolinha… Já pensava que um dia eu teria um grande amor e que este também seria eterno.

Pena que eu não demorei muito para descobrir que as coisas não funcionam bem assim.

Um dia cheguei da escola e não encontrei a minha cachorrinha. A princesa foi brincar com um fio elétrico e morreu.

Os meus pais não me contaram, disseram que ela tinha ido ao veterinário para tomar uma vacina, na esperança de tentar encontrar um cachorrinho parecido para colocar no seu lugar. Mas o plano não funcionou e eles tiveram que me contar.

Fiquei quatro dias sem comer direito, todas as noites eu olhava para as estrelas e rezava para ela, até que um dia eu ganhei uma nova cachorrinha (que inclusive era irmanzinha da princesa).

Apesar de saber que ela não era a mesma chachorrinha, percebi que eu podia amá-la e decidi colocar o nome dela deeee…. princesa! (aiai 🙂 rs )

_Tá bom, falei para os meus pais: _ princesa dois! 😛

As crianças são sábias, não tem referências e não ficam remoendo a vida, apenas seguem em frente.

 

Não sei porque vivemos a fantasia de achar que tudo nos pertence e quando as coisas se vão, temos a sensação de que as perdemos, mas na verdade, nada nos pertence, tudo é emprestado.

Não se iluda ao pensar que sempre terá os seus pais ao seu lado, nunca espere para viver um grande amor, pois não sabemos quanto tempo temos e quando teremos que devolver o que nos foi emprestado.

Deixe de lado este medo de morrer, pois essa é única certeza das nossas vidas.

Aprenda a se sujeitar. O que eu percebo hoje é que existem muitas pessoas querendo se relacionar, mas nenhuma realmente disposta a isso.

Eu sei que é difícil abrir o coração para o mundo, principalmente se você já o fez uma vez, mas talvez você não tenha enxergado a situação por um outro ângulo.

Queira verdadeiramente as coisas, como se não houvesse amanhã, pois nós realmente não sabemos se haverá.

Não deixe de viver por medo do que pode acontecer lá na frente.

 

Lembro do dia em que eu fiz uma trilha, lá nas Colinas de Golã, em Israel. Paramos no meio do mato, o instrutor pegou uma garrafa de café e começou a servir à todos dizendo: _ A nossa meta é chegar naquele castelo, e apontou com o dedo, mas quero que saibam que o mais importante não é o nosso objetivo e sim o nosso percurso, pois é ele que vai determinar se a nossa caminhada valeu a pena ou não.

 

14729182_1401348073216204_8679730330915545221_n

 

Quando escutei aquilo eu pensei em toda a minha vida, não sei se serei bem sucedida até o fim, se vou me casar ou ter filhos, qual será o meu próximo destino, só sei que o meu caminho precisa valer a pena.

 

14581335_1401352663215745_6465122241664302349_n

 

E que não seja eterno, mas que seja memorável! Se não para mim, para aqueles que ficarem… assim como aconteceu com a princesa.

 

14590234_1401348016549543_4285813249377313220_n

 

Isabel Sbrogio

Deixe uma resposta