Viajando de Marrakech à Agadir

Bom, como contei no meu post anterior, Dicas de viagem para o Marrocos, a minha viagem para Agadir foi uma grande surpresa. Uma boa surpresa!

Ao saber que não poderíamos chegar a Merzouga, tínhamos que escolher um destino rápido, então decidimos ir para o litoral.

Compramos o bilhete da CTM, para informações sobre transportes, leia: Dicas de Transporte Público em Marrocos

O ônibus saiu às 8h30 e chegamos a Agadir às 11h55, fizemos apenas uma parada e a viagem foi muito tranquila.

Ao chegar, já conformados com a situação e empolgados com a nova aventura, almoçamos na rodoviária mesmo e partimos para encontrar o nosso hotel.

Me desculpem, mas eu preciso mostrar isso..

11813403_1069315429752805_391761156565156118_n

 

 

Este é o banheiro da rodoviária…(que experiência louca! Hahahaha)

Para curtir ainda mais o nosso passeio, decidimos apostar que conseguiríamos um taxi, para nos levar até a beira da praia, por apenas 10 Dirhams. (Distância aproximada do aeroporto de Marrakech até a Medina).

Primeiro tentamos com os taxistas que estavam na frente do terminal de ônibus e nenhum aceitou a nossa proposta. Então, fomos para a rua lateral e conseguimos de primeira! Foi muito divertido 🙂

Após andar muito, entrando em vários hotéis, encontramos um perfeito para nós.

Anezi Tower Hotel & Apartments

Address: Av Mohamed 5، أڭادير 80000, Morocco

Ficamos em um apartamento neste hotel, com vista para o mar e acesso a todos os ambientes do hotel, inclusive piscinas e academia, pelo equivalente a 20 euros por dia.

Gostamos tanto que estendemos mais um dia em Agadir e ficamos bem tristonhos por ter que ir embora.

Para jantar, pedimos uma indicação de um restaurante que serve comida típica marroquina e eles nos indicaram o restaurante Le Petit Quai.

11049547_1069321379752210_7404561851914427763_n

Nossa.. que delícia!

Experimentei um Tagine de peixe e, se eu conseguisse comer tudo aquilo, com certeza pediria mais um!

Que delícia! Voltei para o hotel com a sensação de ter comido comida brasileira. <3

11836852_1069321393085542_7358099035484854984_n

 

“A Tagine é outra especialidade de comida típica de Marrocos. Cozinhada num tacho de barro, também típico, com a tampa em forma de cone. Há várias maneiras de preparar uma tagine: com carne, peixe e/ou vegetais.”

Quando a Tagine está pronta, tira-se a tampa e coloca-se a parte de baixo do recipiente de barro no centro da mesa, de onde todos comem. Não com garfo, mas com pão. (mas este prato era todinho meu 🙂 )

Também é necessário dizer que o suco de laranja de Marrocos é maravilhoso, independente do lugar.

Para finalizar, tomamos o famoso chá marroquino.

11138079_1069323216418693_5614445558942913622_n

 

Este chá é um caso a parte… ele se torna especial desde o preparo até a maneira de servir.

O chá é um combinado de chá verde com hortelã e é servido em um bule específico – o bule Berber ou Sufi – de formas curvas e com desenhos mouros, é normalmente feito de latão ou banhado em prata e, ao invés de xícaras, este chá é servido em um pequeno copo de vidro colorido e ornamentado. Existe uma tradição de se puxar para o alto o bule e acertar com o chá nos pequenos copos de vidro.

Mas tarde fomos para a Orla da praia. Existem diversos restaurantes e bares para quem quer aproveitar a vida noturna, um do lado do outro, é só escolher.

Massagem Marroquina

No outro dia decidi fazer uma massagem Marroquina, então fui ao spa Musée de I’argan

11846686_1069321419752206_4892767014083328820_n

 

Fui levada até uma sauna e uma mulher começou a lavar o meu corpo com água quente (que estava em um balde). Em seguida ela passou um sabão escuro na minha pele, e me deixou na sauna por alguns minutos, para que o calor abrisse os meus poros. (pelo que ela contou, este sabão tem propriedades naturais, que limpa e desintoxica o organismo).

Depois ela voltou, com uma luva descartável, exfoliou o meu corpo e depois me deu um banho, com a água do balde, lavou os meus cabelos e corpo. Pronto, eu estava limpinha para receber a massagem.

E que delicia… vale a pena experimentar a massagem relaxante com óleo de Argan.

Vale lembrar que são procedimentos diferentes: Hammam e massagem, e podem ser cobrados separadamente (no meu caso foi tudo junto).

Na verdade Hammam era o nome do espaço em que eram realizados os banhos, hoje eles vendem como o nome do procedimento. Os hammams surgiram para providenciar momentos de higiene e também de cuidados à saúde, mas eram também vistos como espaços de convívio, porque era um local onde as pessoas se encontravam e conversavam enquanto usufruíam dos tratamentos.

hammam-tradicao-marrocos-300x198

Não se sabe ao certo quando surgiram os Hammams, mas sabe-se que os romanos, gregos e bizantinos já tinham o hábito de ir às termas como forma de tratamento e relaxamento.

Os banhos a vapor foram posteriormente adotados por vários povos islâmicos por influência do profeta Maomé.

Associado às abulações obrigatórias, determinadas no Corão, os “hammams” surgiram, não raro, junto as Mesquitas.

E por ser tradição no Marrocos, você pode encontrar Hammams a partir de 5 euros, mas busque referências, não vá em qualquer lugar, afinal, você limpa o seu corpo, mas a sujeira fica lá, entendeu?

Se tiver alguma sugestão, deixe o seu comentário. Siga o nosso Blog e clique no botão curtir.

Boa Viagem!

One thought on “Viajando de Marrakech à Agadir

Deixe uma resposta